Pular para o conteúdo principal

Brasil segue sem selo de bom pagador segundo Fitch

A agência de classificação de risco Fitch reafirmou nesta quarta-feira (1º) a nota de crédito do Brasil em BB-, com perspectiva estável. Com isso, o país segue sem o chamado grau de investimento, uma espécie de "selo de bom pagador".

"Os ratings do Brasil são limitados pelas fraquezas estruturais nas finanças públicas e pelo alto endividamento do governo, pelas fracas perspectivas de crescimento, por um ambiente político desafiador e por questões relacionadas à corrupção que pesaram na efetiva formulação de políticas econômicas e prejudicaram o progresso das reformas", afirma a Fitch em comunicado.

Continuar lendo: UOL Economia

Comentários