Pular para o conteúdo principal

Crescimento de CPFs na bolsa demanda mudança de comportamento das empresas

Você quer investir na bolsa mas acredita não ter dinheiro suficiente para isso? Fique calmo. Hoje está muito mais fácil que a alguns anos atrás, a tecnologia melhorou o acesso e o controle de seus investimentos. É possível investir pequenas quantidades em frações de ações. Neste tipo de investimento você compra apenas uma parte do lote de ações. A desvantagem é que o custo da corretagem para este investimento é o mesmo para quem compra um lote inteiro ou vários lotes.

O número de pessoas físicas que descobriram a bolsa como um bom lugar para poupar é grande, e vem crescendo. No começo de 2019 o número de investidores pessoa física chegou à 858 mil, segundo balanço de janeiro da B3, a bolsa de valores de São Paulo. Boa parte destes investidores vem de corretoras que oferecem custos mais baixos que dos tradicionais bancos além de terem um atendimento mais personalizado. Entretanto, é preciso tomar muito cuidado com as promessas de fortuna da noite para o dia é importante ter em mente que bolsa de valores é investimento de risco, você pode perder boa parte do que investiu em questão de minutos.

Do outro lado deste processo, que leva mais investidores ao mercado de ações, existem as empresas que devem estar preparadas para um novo perfil de investidor. São poucas as empresas que estão preparadas para fornecer informações para os pequenos investidores e nem sempre existe o interesse em atende-los, pois a parcela de recursos investidas por pessoas físicas é bem menos do que dos tradicionais fundo de investimentos e demais pessoas jurídicas. Também existem exemplos de empresas que estão preparadas para isso. As blue chips (empresas com as ações mais negociadas na bolsa) e os bancos que já estão preparados para este tipo de relacionamento.

Investir na bolsa é uma excelente opção de ganhar um pouco mais que nos investimentos tradicionais. Não que a bolsa não seja tradicional, afinal já existe a muito anos, melhor seria dizer mais conhecidos popularmente.

Comentários